Poesia em Curso ou a Outra Margem ou Luz Letras


Lume

 

Entremostrados,

desejos imaturos

rasgam a sombra

(enganos).

 

Cavaleiros do ocaso,

porque ser é certo.

 

Sem quando,

cego tateando

os segundos

do relógio gasto,

ávida luz.

 

Simples é guardar o

que nasce,

flor delicada:

o começo,

o fim,

ou o nada.


Rafael Puertas de Miranda - Poeta - Mogi das Cruzes - SP


Escrito por Rafael às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Fernando Pessoa e Aleister Crowley
 
Evocação

O emblema oculto
do poeta evitado
é o digno
distintivo
do Mestre.
Mas é chegada a hora!
Levanta, escura sombra,
e sacode o pó e as trevas!
Decifro-te e devoro-te,
encoberto,
embriagando-me
em tuas quimeras.
 

Rafael Puertas de Miranda - Poeta - Mogi das Cruzes - SP


Escrito por Rafael às 17h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Categorias
Todas as mensagens Citação



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Crítica Literária